A pesquisa da artista Julia Kater é orientada pela elaboração de um corpo de trabalho que possa tratá-lo de sua improbabilidade visual. Seja pela colagem provocada por diferentes impressões fotográficas sobrepostas ou por vídeos que trazem o rearranjo de um conjunto de ações e frases, cada trabalho, à sua maneira, prioriza a elaboração de corpos de cenas cotidianas que sugerem experiências compartilhadas simultâneas com a memória persistente, juntamente com sua luta pelo esquecimento, seu aliado e a causa da perda gradual de grande parte das verdades.

 

As relações entre a fotografia e a paisagem são centrais na pesquisa de Julia Kater. A linguagem fotográfica aparece de forma insistente com um olhar que registra ambientes abertos nos quais a água é muitas vezes predominante. Em contraste, em outras obras vemos elementos que remetem a quintais, mesas e objetos domésticos. As situações recordam de maneira silenciosa férias e trocas afetivas que se dão com alguma rotina em um mesmo lugar. São fotografias que nascem da contemplação de algo maior que a escala humana: da natureza e de sua imensidão e, ao mesmo tempo, do vazio proporcionado pela passagem do tempo.

 

A maneira como a artista apresenta essas obras, porém, não a coloca na esteira da fotografia clássica; seu interesse está na sobreposição de camadas de imagem. A fotografia traz um volume e uma tridimensionalidade que transformam a imagem habitualmente vista como um espelho do real em uma massa de informações. O resultado não se trata de algo visceral; os recortes distribuídos, mesmo que irregulares, parecem pensados de maneira cirúrgica. As linhas sobrepostas a uma imagem remetem, por exemplo, às silhuetas de montanhas ou ao contorno do corpo humano. Desenha-se com a fotografia sobre a fotografia, e são sugeridas novas narrativas distribuídas nas imagens de uma mesma série.

ler mais >

 

Sem título, série Lugar do Outro, 2020

Recorte de fotografia impressa sobre papel algodão

100 x 145 cm

Sem Título, 2020

Recorte de fotografia impressa em papel algodão

120 x 115 cm

Sem título, 2019

Recorte de fotografia impressa em papel algodão

205 x 190 cm; 29 x 21cm cada

Villerin, 2018

Recorte de fotografia impressa em papel algodão

112 x 150 cm

Sem Título, 2019

Recorte de fotografia impressa em papel algodão

80 x 66 cm; 22 X 16 cm

Linha II, 2018

Recorte de fotografia impressa em papel algodão

120 X 180 cm

Ilhotas, 2018

Recorte de fotografia impressa sobre papel-japonês Awagami

60 X 42 cm

Rota I, 2018

Recorte de fotografia impressa em papel algodão

155 x 200 cm

O, 2018

Recorte de fotografia impressa em papel algodão

155 x 112 cm

Rota II, 2018

Recorte de fotografia impressa em papel algodão

155 x 200 cm

Les Deux, 2013

Recorte de fotografia impressa em papel algodão, ed. 3/3

160 x 110 cm

Untitled, 2017

Recorte de fotografia impressa sobre papel algodão

140 x 140 cm

Acordo, 2017

Recorte de fotografia impressa em papel algodão

150 x 100 cm cada

Sem título, série O que resta, 2016

Recorte de fotografia impressa sobre papel algodão, díptico

74 x 110 cm (cada)

Sem Título, 2013

Impressão jato de tinta em papel algodão, díptico

47 x 72 cm (cada)

Série Horizonte, 2012

Recorte de fotografia impressa em papel algodão

51 x 73 cm (cada)

Sem Título, série Lugar do Outro, 2015

Recorte de fotografia sobre papel algodão

120 x 150 cm

Untitled, 2017

Relevo seco sobre fotografia impressa em papel algodão

77 x 102 cm

Sem título, série Lugar do Outro, 2016

Recorte de fotografia impressa sobre papel algodão

100 x 150 cm

Sem Título, 2013

Relevo seco sobre fotografia impressa em papel algodão

80 x 120 cm

Quase Um, 2014

Recorte de fotografia sobre papel algodão

104 x 104 cm

E as Palavras se Tornam Cada Vez Mais Desnecessárias, 2010

Relevo seco sobre recorte de fotografia impressa em papel algodão

90 x 190 cm (90 x 60 cm cada)

Biografia

 
1980
Nasceu em Paris, França
 
Formação
2004
Diploma em Fotografia - ESPM, São Paulo, Brasil
2003
Graduação em Pedagogia, Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, Brasil
MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto, Brasil
 
Exposições Individuais
2019
O que nos assiste, SIM Galeria, Curitiba, Brasil
2018
Zonas de Gatilho, SIM Galeria, São Paulo, Brasil
Breu, Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brasil
2017
Acordo, Galeria IBEU, Rio de Janeiro, Brasil
Acordo, Palazzo Rossini, GAA Foundation, Veneza, Itália
2016
O que resta, SESI Minas, Belo Horizonte, Brasil
O que resta, SESI Tiradentes, Brasil
No lugar que chegamos, Museu de arte contemporânea de Jataí, Goiás, Brasil
Da Banalidade: vol.1, Institute Tomie Ohtake, São Paulo, Brasil
2014
Julia Kater, SIM Galeria, Curitiba, Brasil
Como se fosse, Programa de ocupação Caixa Cultural, Brasília, Brasil
2012
Lugar do outro, Project Zip’up, Zipper Gallery, São Paulo, Brasil
Ao mesmo tempo, Fundação Abraço, Lisboa, Portugal
Julia Kater, VL Contemporary, Paris, França
 
Exposições Coletivas
2020
Sensível por Natureza - Artistas do Acervo, Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brasil
Matéria em desvio, Simões de Assis Galeria, São Paulo, Brasil
2019
Mutatio, Garage Amelot, Paris, França
Ragusa Foto Festival, Ragusa, Itália
2018
Anthology Film Archives, Nova York, Estados Unidos
13 edition Experiments in Cinema Festival, Alburquerque, Estados Unidos
Nothing Insolation, Pablo’s Birthday Gallery, New York, EUA
Apagamentos, Projeto Fidalga, São Paulo, Brasil
Ação e Reação, Casa do Brasil, Madri, Espanha
2017
Song for my hands, Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brasil
Rencontres Internacionales Paris/ Berlin - New Cinema and Contemporary Art, Berlin, Alemanha
Rencontres Internacionales Paris/ Berlin - New Cinema and Contemporary Art, Paris, França
2016
Ao amor do público I, Museu de Arte do Rio (MAR), Rio de Janeiro, Brasil
Abstratión, Gallery Fernando Pradilla, Madri, Espanha
2015
Bienal de Assunção, Assunção, Paraguai
2014
Frestas - Trienal de Artes, Sesc Sorocaba, Brasil
2012
Inventário da Pele, Fotografia Contemporânea Brasileira, SIM Galeria, Curitiba, Brasil
Soma, VL Contemporary, Genebra, Suíça
2011
Carla Chaim, Julia Kater, Marcia de Moraes: Um de Três, Prêmio Funarte de Arte Contemporânea, Galeria Flávio de Carvalho, Complexo Cultural da Funarte, São Paulo, Brasil
About Change, World Bank, Washington, EUA
2010
Photofidalga, Modern Art Center Kulanshi, Astana, Cazaquistão
SP-ARTE/Site specific, Pavilhão da Bienal, São Paulo, Brasil
2009
Atelie Fidalga, Carlos Carvalho Arte Contemporânea - Zoon, Lisboa, Portugal
Projeto Tripé - Natureza, SESC Pompéia, São Paulo, Brasil
 
Premiações
2011
Prêmio Funarte de Arte Contemporânea, São Paulo, Brasil
 
Coleções
MAR - Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil
MON - Museu Oscar Niemeyer, Curitiba, Brazil
Fundación Luis Seoane, La Corunha, Espanha
BGA – Brazilian Golden Art, Brasil
Fundação PLMJ, Lisboa, Portugal
 
Residências Artísticas
2012
Art Residency, Carpe Diem Arte e Pesquisa, Lisboa, Portugal

São Paulo

rua sarandi 113a jardins
01414-010 são paulo sp

+55 11 3062-8980

aberto com hora marcada

Curitiba

alameda dom pedro II 155 batel
80420-060 curitiba pr

+55 41 3232-2315

segunda a sexta, 10h às 16h
sabádo, fechado


Simões de Assis - Todos os direitos reservados 2020