Ascânio Maria Martins Monteiro (Fão, Portugal 1941). Escultor, pintor e arquiteto. Reside no Rio de Janeiro desde 1959. As emblemáticas experimentações volumétricas com ripas de madeira em módulos pintados na cor branca e organizadas a partir de eixos iniciam-se já durante os anos 1970. As esculturas são compostas por progressões verticais e horizontais que se arranjam matemática e visualmente perante o espectador. Durante os anos 1980, a inserção de madeiras como o feijó, ipê, mogno em seu estado cru gera nossas possibilidades para esculturas e relevos, em combinações de cheios e vazios. Mais adiante, sua pesquisa, priorizando a abstração construtiva, explora as potências da indústria, a partir da introdução de materiais como o arame e alumínio. A escala das obras é ampliada, e esculturas públicas são comissionadas para as cidades de Lisboa, Tóquio, São Paulo e Rio de Janeiro.

O pensamento arquitetônico pressupõe atenção à volumetria nascida da geometria. Ascânio MMM projeta e executa a obra escultórica associando o rigor matemático à intuição lírica, com resultado harmônico. Sua filiação estética a abstração geométrica – é vinculada ao pensamento moderno da arquitetura e urbanismo, como o sistema modular para escala humana do arquiteto suíço Le Corbusier. Também acomoda a influência das vanguardas de arte concreta e neoconcreta dos anos 1950 e 1960, como dos artistas brasileiros Lygia Clark, Hélio Oiticica,  o suíço Max Bill e o francês Jean Arp .        

Nas esculturas desenvolvidas nos anos 2000, o olhar atravessa-as. A resistência e permanência são possíveis pela característica do material, que é reorganizado em sua escala e forma pelas mãos do artista. Nos trabalhos mais recentes,  o alumínio torna-se maleável pelo uso de argolas de tamanhos variados, fixados em diferentes superfícies.  A gravidade permite que as formas descendam e atravessem planos espaciais. A escultura adquire imaterialidade e imprevisibilidade.

ler mais >

 

Escultura

Madeira Pintada

188 x 87 x 46

Triangulares 3, 1969/2010

Madeira pintada

167 x 56 x 12 cm

Escultura 11, 1978/2001

Madeira pintada

220 x 90 x 45 cm

Quasos 10, 2015

Alumínio e parafusos

192 x 205 x 45 cm

Biografia

 
1941
Nasceu em Fão, Portugal
 
Formação
1970
Formou-se em Arquitetura na UFRJ
 
Exposições Individuais
2019
Prisma e Quacors, curadoria de Guilherme Wiskik, Casa Triângulo, São Paulo, Brasil
2016
Ascânio MMM, Simões de Assis Galeria de Arte, Curitiba
Ascânio MMM: As medidas dos corpos, Casa Triângulo, São Paulo
2015
Flexos e Quasos, AM Galeria, Belo Horizonte
2014
Quasos, Galeria Márcia Barrozo do Amaral, Rio de Janeiro
2008
Flexos e Qualas, Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
2005
Dan Galeria, São Paulo
1999
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
Galeria Coletânea, Rio de Janeiro
1997
Atelier Finep, Paço Imperial, Rio de Janeiro
1996
MASP- Museu de Arte de São Paulo, São Paulo
1995
Galeria 111, Lisboa (Portugal)
1994
Palácio das Artes, Belo Horizonte
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
Galeria AM, Belo Horizonte
1991
Subdistrito Comercial de Arte, São Paulo
1990
Galeria Zen, Porto (Portugal)
1989
Galeria 111, Lisboa (Portugal)
Instituto de Arquitetos do Brasil, Rio de Janeiro
1986
Petite Galerie, Rio de Janeiro
1981
Galeria Paulo Klabin, Rio de Janeiro
1976
Galeria Arte Global, São Paulo
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
1972
Galeria Grupo B, Rio de Janeiro
1966
Galeria Celina, Rio de Janeiro
 
Exposições Coletivas
2015
Sotto Voce, Dominique Lévy Gallery, Londres, Reino Unido
2014
Cromofobia, Museo de Arte Contemporáneo de Buenos Aires, Argentina
Abstrações na Coleção Fundação Edson Queiroz e Coleção Roberto Marinho, Fortaleza
Vontade Construtiva na Coleção Fadel, Museu de Arte Moderna, São Paulo
Encontro dos Mundos, MAR - Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro
50 Anos da Galeria 111, Lisboa
2013
Vontade Construtiva na Coleção Fadel, MAR - Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro
O Abrigo e o Terreno: Arte e Sociedade no Brasil I, MAR - Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro
Mitologias por Procuração, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
2012
Geometria da Transformação – Arte Construtiva Brasileira na Coleção Fadel, Museu Nacional da Esplanada dos Ministérios, Brasília
From the Margin to the Edge, Somerset House, Londres
2011
Vieira da Silva/Arpad Szenes e a ruptura do espaço na arte brasileira, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo
Gigante por la própria naturaleza, Instituto Valenciano de Arte Moderno, Valência
2008
Arte Contemporânea e Patrimônio, Paço Imperial, Rio de Janeiro
Lá Fora, Museu da Presidência da República, Viana do Castelo
Cor e Forma, Simões de Assis Galeria de Arte, Curitiba
Panorama dos Panoramas, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
MAM 60 Anos, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
2007
Arte como Questão - Anos 70, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo Poética da Percepção, Espaço Cultural Vivo, São Paulo
2006
Homo Ludens, Do Faz de Conta à Vertigem, Instituto Itaú Cultural, São Paulo
Arte Concreta e Neoconcreta, da Construção à Desconstrução, Dan Galeria, São Paulo
2005
Rio Concreto, Galeria Theodor Lindner, Rio de Janeiro
Chroma, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
2002
Caminhos do Contemporâneo: 1952/2002, Paço Imperial, Rio de Janeiro
2000
Novas aquisições / Coleção Gilberto Chateaubriand, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
IBEU / Sessenta Anos de Arte, Galeria do IBEU, Rio de Janeiro
Situações: Arte Brasileira – Anos 70, Casa França-Brasil, Rio de Janeiro
1997
I Bienal do Mercosul, Porto Alegre
Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, Instituto Cultural Itaú, São Paulo
1996
Projeto Eventos Especiais - 3 Dimensões, Galeria Sérgio Milliet, Rio de Janeiro
Arte e Espaço Urbano – Quinze Propostas, Palácio Itamaraty, Brasília
1994
1ª Exposição Comemorativa dos 30 Anos da Galeria, Galeria 111, Lisboa
1992
Arte Brasileira na Coleção: Anos 70/90, MAC - Museu de Arte Contemporânea, São Paulo
Escultura Só, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
1989
I Fórum de Arte Contemporânea, Fórum Picoas, Lisboa
Geometria Sem Manifesto, Cleide Wanderley Gabinete de Arte, Rio de Janeiro
1988
Uma Escultura para o Mar de Angra, Escola de Artes Visuais, Rio de Janeiro
1987
Ao Colecionador, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1986
Depoimento de Uma Geração 1969/1970, Galeria Banerj, Rio de Janeiro
1ª Exposição Internacional de Esculturas Efêmeras, Fundação Demócrito Rocha, Fortaleza
1985
Uma Questão de Ordem, Galeria da UFF, Niterói
Panorama da Arte Atual Brasileira – Formas Tridimensionais, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
1984
Madeira Matéria de Arte, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
Retrato e Autorretrato da Arte Brasileira – Coleção Gilberto Chateaubriand, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
Portrait of Country – Brazilian Modern Art From Gilberto Chateaubriand Collection, Barbican Center, Londres
1982
100 Anos de Escultura no Brasil, MASP - Museu de Arte de São Paulo, São Paulo Brasil
60 anos de Arte Moderna – Coleção Gilberto Chateaubriand, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa
1981
Do Moderno ao Contemporâneo - Coleção Gilberto Chateaubriand, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1979
XV Bienal de São Paulo
1978
I Salão Nacional de Artes Plásticas, MEC, Rio de Janeiro
O Objeto na Arte: Brasil Anos 60, Museu da FAAP, São Paulo
1977
Encontro Nacional de Escultores, Secretaria de Cultura, Ouro Preto
1975
VII Panorama de Arte Atual Brasileira, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
1973
XXII Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
IV Salão de Arte Contemporânea, Belo Horizonte
O Rosto e a Obra, Galeria Grupo B, Rio de Janeiro
1972
Protótipos & Múltiplos, Petite Galerie, Rio de Janeiro
IV Panorama da Arte Atual Brasileira, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
Exposição de Múltiplos, Múltipla Galeria, São Paulo
Arte/Brasil/Hoje: 50 anos, Galeria Collectio, São Paulo
1971
XX Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
I Salão Eletrobrás, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1970
XIX Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
VIII Resumo JB, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
II Salão Nacional de Arte Contemporânea, Belo Horizonte
II Panorama de Arte Atual Brasileira, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
1969
XVII Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
Pré-Bienal de Paris, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
Salão da Bússola, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1968
II Salão ESSO, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
XVII Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
II Bienal da Bahia, Salvador
XV Salão Paranaense, Curitiba
1967
XVI Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
IX Bienal de São Paulo
1966
I Salão Abril, MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
XV Salão Nacional de Arte Moderna, MEC, Rio de Janeiro
III Salão de Arte Moderna do Distrito Federal, Brasília
 
Premiações
1978
Prêmio Viagem ao exterior, I Salão Nacional de Artes Plásticas, MEC, Rio de Janeiro
1972
Grande Prêmio para Escultura, IV Panorama da Arte Atual Brasileira, MAM - Museu de Arte Moderna, São Paulo
1971
Prêmio de Aquisição, I Salão da Eletrobrás, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1970
Prêmio de Aquisição, XIX Salão Nacional de Arte Moderna, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
1969
Prêmio de Aquisição, Salão da Bússola, MAM - Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
 
Coleções
Centro Empresarial Rio
Hotel Royalty em Copacabana
GlaxoSmithKline
Praia de Botafogo
Edifício Sede da Caixa Geral de Depósitos, em Lisboa
Largo do Cortinhal, na Vila de Fão em Portugal
Praça da Sé em São Paulo
Hotel Royalty na Barra da Tijuca
Edifício Nissin em Tóquio, Japão
Edifício Daniel Maclise, no Cosme Velho
Museo de Arte Contemporáneo de Buenos Aires, Argentina
Museu de Arte do Rio – MAR, Rio de Janeiro
Museu de Arte do Rio Grande do Sul – MARGS, Porto Alegre, Brasil
Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo – MAC, São Paulo
Museu de Arte Moderna, São Paulo
Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro
Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro
Pinacoteca do Estado de São Paulo

São Paulo

rua sarandi 113A jardins
01414-010 são paulo sp

+55 11 3062-8980

segunda a sexta, 10h às 16h sábado, 10h às 15h
aberto com hora marcada

Para agendar uma visita, clique aqui.



Curitiba

alameda dom pedro II 155 batel
80420-060 curitiba pr

+55 41 3232-2315

segunda a sexta, 10h às 16h
aberto com hora marcada

Para agendar uma visita, clique aqui.




Simões de Assis - Todos os direitos reservados 2020